Primeira fábrica portuguesa especializada na produção de perfumes inaugurada em Braga

nortempresa
Foi inaugurada na quinta-feira a primeira fábrica totalmente especializada na produção de perfumes. Resultante de um investimento de 2 milhões de euros, a fábrica da NORTEMPRESA produzirá perfumes recorrendo à mais alta tecnologia existente no mercado, colocando Portugal lado a lado com os maiores players europeus desta indústria.

Com uma capacidade de produção superior a 20 mil perfumes por dia, a unidade está preparada para desenvolver produtos “chave na mão”, com recurso a laboratório próprio, profissionais especializados e perfumistas de renome internacional, satisfazendo as necessidades das marcas próprias da NORTEMPRESA (YDENTIK e AIRQUALITY), mas também criando e produzindo perfumes para terceiros.

A InvestBraga acompanhou e apoiou as várias fases do projeto de investimento, desde a procura de espaços de localização da atividade, passando pelo apoio no acompanhamento aos processos de licenciamento e noutros aspetos relacionados com a atividade, como o registo de marcas, propriedade industrial, etc.

É muito importante para Braga a abertura desta fábrica inovadora e única no país, que vai criar postos de trabalho altamente qualificados e permitirá a Portugal entrar no mercado internacional da produção de perfumes, concorrendo com outros grandes players do setor na Europa -Carlos Oliveira, presidente da InvestBraga

O projeto, cujos capitais próprios são 100% nacionais, conta com financiamento do Portugal 2020 e ainda com as colaborações da Universidade do Minho, do Instituto Politécnico de Bragança e do Instituto Superior de Engenharia de Coimbra, no âmbito da investigação e desenvolvimento.

Fonte: InvestBraga
Foto: DR

Luxuosa vinícola chilena escolhe inovação lusa

oli_hotel_chile1A prestigiada vinícola do Chile, Vik, que produz o segundo melhor vinho chileno (La Cav 2015), escolheu uma inovação lusa da OLI para o seu hotel de luxo, Viña Vik Millahue, localizado entre os vinhedos e as montanhas do Vale de Colchagua.

Megalomano, inesperado, surreal … O hotel é luxuoso e pretende ser para pouquíssimos – testemunho de cliente

O Viña Vik Millahueque destaca-se pelo conceito de arte, design e arquitectura – cada quarto foi assinado por um artista de renome – seleccionou para os espaços de banho a solução “Slim”. Uma placa de comando de autoclismos interiores, desenvolvida no centro de inovação e na fábrica, em Aveiro, que se caracteriza por ser hidricamente sustentável e inclusiva, integrando a função de dupla descarga de água com a gravação em braile.

A Vik é o concretizar do sonho de um empresário norueguês que queria criar uma vinícola singular para produzir um vinho único. Alexander Vik escolheu Milhaue, pelo excelente ‘terroir’ e pelas condições climatéricas. Esta é também a única vinícola chilena a seleccionar as uvas automaticamente por laser.

oli_hotel_chile3Com esta prestigiada escolha, a OLI reforça a sua presença na América Latina e a intervenção em projectos hoteleiros de referência internacional, que valorizam as soluções hidricamente sustentáveis, ambientalmente responsáveis e em harmonia com a natureza.

Recorde-se que, no ano passado, a empresa portuguesa equipou no Peru, o Hotel Amazon Discovery, um barco hotel que proporciona o contacto com a beleza única da selva amazónica, uma das zonas com maior diversidade biológica do mundo.

Nos últimos quatro anos, a América Latina tem sido uma das apostas geográficas da OLI para se afirmar como um “player” global de soluções de banho sustentáveis e inclusivas, tendo já um Show Room no Chile.

A OLI, o maior produtor de autoclismos da Europa do Sul encontra-se sediada em Aveiro. Exporta 80% da produção para 70 países dos cinco continentes. Em 2016, registou um volume de negócios na ordem dos 48,5 milhões de euros. Actualmente, a empresa integra 380 colaboradores em Portugal. É a única empresa portuguesa a produzir autoclismos interiores.

A OLI está, pelo terceiro ano consecutivo, entre as três empresas em Portugal que mais patenteiam na Europa. Nos últimos cinco anos, o investimento em Investigação e Desenvolvimento fixou-se em 10 milhões de euros. Actualmente tem 41 patentes ativas na Europa.

Fonte: OLI
Fotos: DR

Decoração do Airbus A330 da Azores Airlines considerada uma das mais belas do mundo

a330_SATAA decoração do Airbus A330 da Azores Airlines foi considerada pelo CNN Business Traveller como uma das doze mais belas do mundo.

O site programa de viagens da cadeia CNN escolheu as aeronaves que nos últimos anos se destacaram pela criatividade da sua decoração, não se limitando a serem “tubos de alumínio com a genérica identidade corporativa”.

Há pinturas exteriores para todos os gostos e cada vez mais criativas. O artigo refere que as transportadoras nacionais reflectem alguns dos elementos mais identificativos dos seus países, enquanto as companhias aéreas independentes e low-cost recorrem a temas mais inesperados.

A decoração do Airbus A330 comemora “o estatuto das ilhas como um santuário de baleias” ao exibir um cachalote sobre a fuselagem. O logótipo da companhia aérea “é a barbatana caudal de uma baleia — exibido apropriadamente na cauda do avião”.

Esta decoração foi lançada para coincidir com o rebranding da companhia aérea dos Açores, anteriormente conhecida como SATA Internacional, acrescenta o artigo.

O Airbus açoriano figura nesta lista com outras decorações de extrema criatividade como o Tintin da Brussells Airlines, a Stars Wars da japonesa ANA ou o F.C. Barcelona da Qatar Airways.

Fonte:
CNN Business Traveller
Foto:
Azores Airlines

Artigos relacionados:

Apoio na cobertura dos Açores
http://www.sata.pt/pt-pt

Portugueses participam em projeto que torna comunicações espaciais mais eficientes

sateliteO projeto europeu “SCREEN – Space Cognitive Radio for Electromagnetic Environment maNagement” usou tecnologias já existentes e utilizadas em comunicações terrestres juntamente com o conceito de radiocomunicações cognitivas para melhorar as comunicações no espaço.  Do consórcio formado por quatro entidades europeias, duas são portuguesas – a TEKEVER ASDS (Aerospace, Defense and Security), líder do projeto, e o INESC TEC (Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência).

O objetivo do projeto, que contou com um apoio de um milhão de euros por parte da Comissão Europeia, permitiu melhorar as comunicações entre satélites e dos satélites para a Terra, diminuindo as interferências existentes.

A rádio cognitiva é uma forma de comunicação sem fios em que um transmissor consegue detetar, de forma inteligente, quais os canais que estão a ser utilizados e aqueles que não estão, permitindo instantaneamente ocupar os canais vagos – Luís Pessoa, investigador do Centro de Telecomunicações e Multimédia do INESC TEC

De acordo com o investigador, a grande inovação patente neste projeto foi a fase de implementação e teste das tecnologias. Tendo em conta os custos de lançamento elevados, são ainda poucas as tecnologias que são testadas no Espaço, pelo que os testes foram feitos nos laboratórios do INESC TEC, considerando sinais interferentes típicos de comunicações satélites.

“Utilizamos dois transceptores GAMALINK, que é uma plataforma da Tekever, e adicionamos alguma interferência à comunicação previamente estabelecida para avaliar a capacidade do sistema se adaptar de forma automática”, explica Luís Pessoa.

Está prevista a transferência de tecnologia para o mercado através da incorporação do módulo de rádio cognitivo que vai passar a ser uma funcionalidade adicional a incorporar na gama de produtos GAMALINK, já comercializada pela Tekever.

O INESC TEC desenvolveu ainda um simulador de redes satélite, que se encontra disponível para o público através de licença GPL em: https://github.com/Munich-Innovation-Labs/screen-visualization

O projeto SCREEN foi financiado pelo Programa Espacial da Comissão Europeia H2020, sob o acordo 640210. O projeto é financiamento no tópico “COMPET-6-2014: Tecnologias bottom-up de nível baixo de prontidão tecnológica”, envolvendo quatro parceiros e que começou no dia 1 de janeiro de 2015.

Fonte: INESC TEC
Foto: Pexel

EPIC SANA Algarve comemora 4º aniversário com corrida na Praia da Falésia

Falesia_Beach_Para celebrar o seu 4º aniversário o hotel EPIC SANA Algarve organiza, em parceria com a Associação Free Challenge, a EPIC SANA Beach Run. Trata-se de uma corrida de 10km pelo fabuloso areal da Praia da Falésia.

Domingo, dia 12 de Março, aquela que já foi considerada “A Melhor Praia do Mundo” pela TripAdvisor vai ser palco da EPIC SANA Beach Run. A iniciativa poderá ser disputada nas modalidades de caminhada ou corrida (5 ou 10 km) e é aberta a todos os interessados.

A partida será dada pelas 10 horas e no final do percurso os vencedores serão premiados. O 1º classificado ganha um programa EPIC Fitness Weekend que inclui 2 noites no hotel e um plano de fitness personalizado para esses dias.

A inscrição tem um valor de 6,50€ para a caminhada e 8,00€ para a corrida mas inclui t-shirt e, já a pensar no Verão, entrada gratuita para o Aquashow Park. No final do evento, o hotel convida todos os participantes a celebrar o seu aniversário com um bolo confeccionado pelo Chef pasteleiro António Gomes.

Este evento inédito insere-se no posicionamento do EPIC SANA Algarve como um hotel para alcançar saúde e bem-estar, em linha com os vários programas de férias que disponibiliza com uma forte componente desportiva.

Em apenas 4 anos, O EPIC SANA Algarve já conquistou os galardões de “ Melhor Hotel Costeiro do Mundo” (2014) atribuído pelo World Luxury Hotel Awards, “Seaside Resort Category” (2016) pelos Haute Grandeur Global Awards e a nível Nacional também pela mesma organização o prémio “Melhor Hotel Romântico”. O SPA SAYANNA WELLNESS deste hotel conquistou  o prémio de “Melhor SPA do Mundo” (2016) pela World Luxury Hotel Awards.

A iniciativa conta com os apoios da Câmara Municipal de Albufeira, da Autoridade Marítima Nacional, do Clube Desportivo Areias de São João e da Associação de Atletismo do Algarve.

Fonte: EPIC SANA Algarve
Foto: DR

Inscrições: www.aaalgarve.org
Data da corrida: 12 de Março
Horário: 10h00
Local: Praia da Falésia, Açoteias – Albufeira (início e término)
Modalidade corrida (10km) – Modalidade caminhada (5km)
Abastecimento de água e fruta

 

Empresa portuguesa desenvolve solução inovadora para cultivar alimentos frescos

coolfarmA empresa portuguesa CoolFarm vai apresentar na Alemanha um sistema integrado que permite cultivar alimentos frescos, nutritivos e deliciosos, em interior, durante todo o ano, sem desperdícios e com máxima segurança.

A inovação portuguesa será apresentada, entre os dias 5 e 9 de março, na cidade alemã de Dusseldorf, na feira de comércio a retalho Euroshop 2017.

De acordo com a empresa, “O CoolFarm in/store é um sistema automático fechado e vertical, com um ambiente limpo e climatizado no interior, perfeito para o crescimento de vegetais de qualidade superior como alfaces, agriões, beterrabas, folhas verdes, ervas ou flores, e para a germinação de plantas. Esta nova solução de cultivo usa 90% menos água do que a agricultura tradicional e não necessita de pesticidas nem herbicidas”.

O equipamento é personalizável e composto por módulos que começam nos 100 metros quadrados de área de produção, mas que podem ser facilmente expandidos tanto vertical como horizontalmente, proporcionando um rápido retorno do investimento.

O sistema, inteligente e altamente intuitivo, tem duas colunas de tabuleiros móveis de cultivo hidropónico, um elevador central, um sistema de fertirrigação, sensores de qualidade superior para medir todas as variáveis ​​relativas às plantas, luzes de crescimento LED, um sistema de controlo e uma antecâmara.

Com esta inovação, a CoolFarm pretende proporcionar às pessoas, nomeadamente as que vivem nas grandes cidades, o fácil acesso a vegetais frescos de qualidade superior, quer através dos grandes hipermercados, como também dos restaurantes, hotéis e até hospitais. Por sua vez, o CoolFarm in/store irá permitir a estes locais de consumo menos desperdício de comida, total controlo sobre a produção da mesma e cortes totais nos custos de transporte.

A empresa CoolFarm nasceu em Coimbra há três anos, mas já é reconhecida mundialmente. Há dois anos criou um sistema de controlo inteligente, vocacionado para estufas ou armazéns de produção agrícola, que permite fazer crescer plantas, da forma mais saudável, eficaz e eficiente possível, através da sua capacidade de análise, inteligência artificial, ligação à cloud e interface intuitivo, adaptável a todos os suportes web e mobile.

Fonte: CoolFarm
Foto: DR

 

Dionísio Pestana distinguido com Prémio Excelência de Carreira

dionisio_pestanaDionísio Pestana, presidente do Pestana Hotel Group, foi distinguido esta quarta-feira com o Prémio Excelência de Carreira pela Travelstore American Express Global Business Travel.

O galardão premeia a dedicação e excelência do percurso profissional de Dionísio Pestana em 45 anos de actividade no Pestana Hotel Group, o maior grupo hoteleiro internacional de origem portuguesa, e o reconhecimento do seu contributo notável à economia nacional e à projecção internacional da excelência do turismo de Portugal.

O prémio foi atribuído na 9ª edição do Salão das Viagens e Negócios, um evento que reúne os principais actores da indústria do Turismo de negócios.  A principal finalidade desta iniciativa é contribuir para a profissionalização da indústria e com esse objectivo, reconhecer anualmente uma destacada personalidade do sector, atribuindo o “Prémio Excelência”.

“The Next 10 Years” foi o tema deste ano e o evento contou com a presença da Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, e intervenção de vários oradores de destaque, incluindo o Comissário da Investigação, Ciência e Inovação, Carlos Moedas.

Quais as tendências de mercado que estão a moldar o sector das viagens de negócio, foi a proposta de reflexão do evento. Estiveram presentes mais de 30 empresas como expositoras no certame, entre hotéis, companhias aéreas, destinos para eventos e outras.

Fundado em 1972 o Pestana Hotel Group conta com 7 mil colaboradores em todo o mundo. Líder de mercado detém e gere 90 Hotéis, totalizando mais de 11.000 quartos em 15 países e 4 continentes. Com 1.1 milhões de euros em activos, irá ultrapassar a fasquia dos 100 hotéis até 2018.

Fonte: Pestana Hotel Group
Foto: DR

 

 

Dois portugueses integram lista “30 under 30″ da Forbes

forbes30under30uniplacesMiguel Santo Amaro, cofundador da Uniplaces e Bruno Figueiredo, cofundador da Graphenest, integram a lista da Forbes 30 under 30, que distingue os 600 jovens mais bem-sucedidos do mundo, em 20 categorias.

Estes dois portugueses fundaram startups de sucesso que são referência a nível global.  A prestigiada revista Forbes elegeu-os como personalidades a ter em conta no universo do empreendedorismo e da tecnologia.

Miguel Santo Amaro, 27 anos, é distinguido, na categoria Tecnologia, em conjunto com os outros dois fundadores da Uniplaces, Ben Grech, inglês de 28 anos e Mariano Kostelec, esloveno de 28 anos. A revista refere que “os fundadores internacionais da Uniplaces angariaram 29 milhões de dólares para ajudar estudantes de todo o mundo a reservar alojamento de uma forma segura através da sua plataforma que junta estudantes e senhorios”.

Bruno Figueiredo, 29 anos, conquista o seu lugar nesta lista na categoria Indústria. A publicação elogia a startup lusa, que retende distribuir grafeno de baixo custo a nível global, pelo seu “método que envolve um processo termomecânico amigo do ambiente e simultaneamente melhora a eficiência e reduz os custos”.

Em 2016, Cristina Fonseca e Tiago Paiva, fundadores da startup Talkdesk, integraram a lista na categoria de tecnologia empresarial. No ano anterior, Cristiano Ronaldo, Vhils e a cientista Maria Pereira tinham feito parte desta conceituada lista.

Fonte: Forbes
Foto: Fundadores da Uniplaces (créditos: Uniplaces)

Artigos relacionados:
Fundador e CEO da eSolidar na lista europeia 30 Under 30 da Forbes
Fundadores da start-up portuguesa Talkdesk na lista “30 Under 30″ da Forbes
3 portugueses nos “30 under 30″ da Forbes

Medicamento português demonstrou ser eficaz no combate ao cancro

moleculaO ensaio clínico de prova de conceito do primeiro medicamento oncológico português acaba de revelar resultados muito promissores no tratamento do cancro avançado da cabeça e do pescoço. 

“Nesta fase, o medicamento investigacional provou ser seguro, bem tolerado pelos doentes e eficaz no tratamento do cancro avançado da cabeça e pescoço”, revela Lúcio Lara Santos, oncologista cirúrgico do IPO-Porto. “A terapêutica fotodinâmica com Redaporfin demonstrou uma redução significativa do tecido tumoral, na área irradiada. Nos doentes tratados com uma dose única de 0.75mg/kg, a dose eficaz, os efeitos secundários observados foram controlados com medidas terapêuticas simples e, assim, não foram relevantes ”, acrescenta o oncologista.

A Terapia Fotodinâmica é uma técnica extremamente promissora no tratamento do cancro. Consiste na administração de um composto sensível à luz (fotossensibilizador), seguida da sua fotoativação apenas no local onde se deseja verificar o seu efeito, isto é o tumor. A fotoativação é feita através de uma luz laser que tem um comprimento de onda que é específico para o composto. Após a sua ativação, onde se pretende que atue, as células do tumor são destruídas. Os efeitos adversos no restante organismo são mínimos, o que é uma enorme vantagem em relação a muitos outros tratamentos do cancro.

Os resultados permitem prever que esta terapêutica será muito útil no tratamento dos tumores da cabeça e pescoço, associados ou não a outros medicamentos anti-oncológicos, seja a quimioterapia ou os novos medicamentos como a imuno-oncologia, e ainda nos tumores resistentes às terapêuticas comuns.

O Redaporfin é desenvolvido pela Luzitin, uma empresa farmacêutica portuguesa focada na investigação e no desenvolvimento de compostos inovadores para a Terapia Fotodinâmica e Fotodiagnóstico do cancro e outras doenças, assim contribuindo para o bem-estar do ser humano. Fundada em 2010, a Luzitin surge de uma parceria entre a Universidade de Coimbra e a Bluepharma Indústria Farmacêutica.

O medicamento passou uma das fases mais arriscadas do seu desenvolvimento, a entrada no homem, e a regressão do tumor, verificada na sequência do tratamento, abre o leque de opções terapêuticas dos doentes que já estavam em fase de cuidados paliativos. Os resultados parecem ainda demonstrar que esta terapêutica pode vir a ser favorável no tratamento de outros tumores sólidos, o que representa um avanço enorme para o nosso país e uma nova esperança para milhares de doentes – Sérgio Simões, presidente da Luzitin

Os próximos passos do desenvolvimento da Redaporfin envolvem a realização de um ensaio clinico pivotal, em Colangiocarcinoma, um tipo raro de cancro, geralmente diagnosticado numa fase muito tardia da doença, com um prognóstico muito reservado e que tem vindo a aumentar em Portugal e no mundo.

Na sequência deste novo ensaio clinico, em 2021, poderá ser possível falar numa submissão de pedido de autorização de introdução ao mercado, à EMA (Agência Europeia de Medicamentos), e obter a respetiva aprovação do medicamento Redaporfin para a sua comercialização na Europa.

Fonte: Bluepharma
Foto: DR

Forbes sugere vinhos Churchill´s para oferta de Natal

churchillsUm conjunto de três vinhos Churchill´s é uma das 12 propostas de Natal da prestigiada revista norte americana.

Um Vinho do Porto Branco, um Vinho do Porto Reserva e um Vinho do Porto Tawny, apresentados em conjunto, com a identidade Churchill´s, despertou a atenção da Forbes. Expostos em versão original de 187ml, estes três vinhos foram incorporados na selecção de “12 sugestões de ofertas de vinhos e bebidas espirituosas surpreendentes” para o Natal.

É muito relevante a sugestão deste prestigiado crítico numa das principais revistas internacionais, capitalizando o reforço do conhecimento junto de importantes públicos deste que é o mais relevante mercado mundial – Maria Emília Campos, CEO da Churchill’s

Para o especialista Nick Passmore “estas três garrafas são uma excelente introdução às maravilhas do Vinho do Porto”, permitindo uma experiência diversificada incorporada numa sugestão de Natal, revelando que é possível “beber o Vinho do Porto branco com água tónica e gelo como um aperitivo, como fazem em Portugal, e manter a Vinho do Porto Reserva e o Tawny para acompanhar as tartes das festas, ou, em verdadeiro estilo Dickensiano, com o Pudim de Natal como fazem os britânicos”.

Fonte: Churchill’s
Fotos: DR

Artigos relacionados:
Churchill’s promove internacionalmente novas tradições associadas ao Vinho do Porto