Volvo Ocean Race quer ficar 10 anos em Lisboa

Autor: Marta Xavier    Data: 8-12-2016
Publicado em: Desporto, Economia, Eventos, Notícias, Turismo

volvo1O director da Volvo Ocean Race, Mark Turner, anunciou que equaciona manter “por 10 anos ou mais” o boatyard (estaleiro) da prova em Lisboa, por reconhecer à cidade potencial para se tornar um centro náutico de excelência.

“Se nos pudermos manter em Lisboa por um período consistente, a cidade tornar-se-á a longo prazo muito atrativa para outros setores envolvidos no desenvolvimento de barcos e terá oportunidade de ser um centro de excelência em termos de investigação”, afirmou Mark Turner à Agência Lusa citada pelo CM. O responsável da prova admitu que assunto já foi discutido com a Câmara Municipal.

A instalação do boatyard em Lisboa já fez com que, antes da competição se iniciar, todos os barcos concorrentes venham para Lisboa para intervenções várias e testes. Mas Lisboa ambiciona mais e o edil da capital, Fernando Medina, já mostrou vontade de fazer da cidade o local de partida da prova.

Vamos ter aqui um óptimo ambiente com milhares de pessoas a acorrerem a esta zona de Lisboa. E será tão fascinante para todos como é fascinante para mim ver o que está a acontecer já agora: esta dinâmica que tem vindo a desenvolver-se em Pedrouços com a reparação dos barcos. Aliás, a cidade está a ganhar um novo papel na Volvo Ocean Race, no mundo da tecnologia de reparação náutica e até um novo papel na ligação de Lisboa ao mar. E tudo isso vai culminar com uma grande festa daqui a um ano. Aqui mesmo – Fernando Medina, Presidente da Câmara Municipal de Lisboa

Uma das novidades desta ediçao é a disputa obrigatória da Rolex Fastnet Race e mais um Prólogo entre Lisboa e Alicante. O objectivo é preparar as equipas para a volta ao mundo.

rota_volvoA Volvo Ocean Race 2017-18 terá inicio a 22 de outubro, em Alicante, onde as equipas darão inicio a um total de 45.000 milhas náuticas (mais de 80.000 quilómetros)  de vela oceânica. Em oito meses, as embarcações vão ligar a cidade espanhola de Alicante e a de Haia, na Holanda, com paragens em Lisboa, Cidade do Cabo (África do Sul), Guangzhou e Hong Kong (China), Auckland (Nova Zelândia), Itajaí (Brasil), Newport (Estados Unidos), Cardiff (Reino Unido) e Gotemburgo (Suécia).

Foto: Ricardo Pinto / Volvo Ocean Race