Festival Internacional de Cinema de Berlim – Leonor Teles venceu o Urso de Ouro da competição de curtas-metragens

Autor: Miguel Marote Henriques    Data: 20-02-2016
Publicado em: Cultura, Eventos, Notícias

leonortelesA realizadora portuguesa Leonor Teles venceu hoje o Urso de Ouro da competição de curtas-metragens, do Festival Internacional de Cinema de Berlim, com o filme “Balada de um Batráquio”. Nascida em 1992, Leonor Teles é a mais jovem vencedora de sempre de um Urso de Ouro.

“Balada de um Batráquio” disputava o urso de ouro na secção de curtas-metragens  com outros 24 filmes, onde se incluía “Freud und Friends” de Gabriel Abrantes. A película de Leonor Teles expõe comportamentos xenófobos em relação a membros da etnia cigana em Portugal.

A realizadora, que tem raízes ciganas por parte do pai, aborda, em dez minutos, os comportamentos e atitudes xenófobas para com a etnia cigana, tendo como tema de fundo a superstição de colocar sapos de louça à porta das lojas para impedir a entrada de ciganos.

O júri do Festival de Cinema de Berlim de 2016, presidido pela actriz norte-americana Meryl Streep, atribuiu o Urso de Ouro ao documentário de Gianfranco Rosi que aborda a crise dos refugiados na ilha italiana de Lampedusa (Sicília).

Portugal marcou presença com oito filmes, três dos quais na competição oficial, incluindo a longa-metragem “Cartas de guerra”, de Ivo Ferreira, baseada na correspondência de António Lobo Antunes.

Fontes: Berlinale Shorts; Público
Foto:
Berlinale Shorts