Ester Alves volta a desafiar a selva da Costa Rica durante 6 dias e 236 km

Autor: Miguel Marote Henriques    Data: 12-02-2017
Publicado em: Desporto

costalchallengeEm 2016, Ester Alves chegou, viu e venceu. Este ano, a atleta da Salomon Suunto Portugal, volta a iniciar a temporada na The Coastal Challenge. A Campeã Nacional de Skyrunning tem pela frente 6 etapas em 6 dias, e 236 quilómetros com 10.000 metros de desnível ao longo da costa do Pacífico tropical da Costa Rica.

Para quem gosta de trilhos tropicais e selvagens é sem dúvida a prova mais bonita pela qual já passei. Pela biodiversidade, pelo desafio e pelos cenários únicos. Para quem tiver oportunidade uma vez na vida de passar pela América Central e correr neste ambiente fabuloso, vale a pena.

Esta prova, que é um verdadeiro teste à resistência física e mental dos atletas, arrancou hoje e termina a 18 de fevereiro. Os atletas partiram da cidade de Quepos e terminam no Parque Nacional Corcovado, Património Mundial da Unesco.

Em 2016, Ester Alves confessou que “o primeiro desafio foram os tórridos 35 graus e a humidade que mal deixava respirar”. Este ano, a atleta tenciona conseguir desfrutar da prova sem pressões, mas leva também orientações para preparar o grande desafio do ano, a Marathon des Sables.

Em declarações à Excelência Portugal, na véspera da partida, a atleta mostrou-se satisfeita por “encontrar um grupo tão bom de atletas” e “motivada por viver de novo esta experiência incrível que é a Coastal Challenge”. Quanto às expectativas, Ester espera fazer o que fez no ano passado e “superar o cansaço, a dor, a pressão a cada dia, …”.

Por fim, a atleta referiu que “no ano passado tinha o Carlos Sá a motivar-me em todas as etapas”. “Ele vai fazer falta este ano, muita falta”, acrescentou.

A The Coastal Challenge realiza-se desde 2004 e o seu percurso é desenhado dentro e fora de Talamanca, uma cordilheira costeira no canto sudoeste do país.

Além da prova principal – Expedition Category – 236 km, existe ainda a Adventure Category com 155 km e ambas podem ser disputadas individualmente ou em equipas de 3 a 6 elementos.

Foto: The Coastal Challenge